Artigos Sintonia e Mediunidade

Publicado em 30 de novembro, 2017 | por Administrador

0

Sintonia e Mediunidade

A mediunidade é inerente ao ser humano, portanto, todos somos, de alguma forma, médiuns.

O sentimento voltado para o bem, a humildade, as ações envolvendo o amor são caminhos de crescimento para o espirito, reflexo de trabalho intimo de renovação. E’ a proposta espirita de transformação constante do ser, através do esforço no trabalho fraterno. Por conseguinte, são as caracteristicas intimas do ser que promovem a sintonia. Assim, ressaltamos a importancia da transformação moral, pois melhoraremos a qualidade de nossa sintonia. A próposito, o orientador Gúbio elucida para André Luiz:

“Entre emissão e recepção, prevalece o imperativo da sintonia. Sem esforço preparatório, é impossível ambientar o beneficio.”{1)

Quando pensamos na palavra sintonia, logo vem em referenda a mediunidade. Porém, a mediunidade é uma faculdade inerente ao ser humano. E todos somos de algum modo, médiuns, como nos diz Allan Kardec. Sobre este ponto, em 0 Livro dos Mediuns, o espirito Channing reafirma: “Todos os homens são médiuns…”(2). Fica bem expressa a mediunidade em termos gerais. Vale ressaltar que nem todos possuem a possibilidade de entrar em sintonia com energias externas, com capacidade maior de acomodação interior dessas energias. 0 seu pensar pode constituir caminhos extensos profundos de comunicação mental. Portanto, precisa saber guardar harmonia do pensamento.

O espirito Lancelin, no primeiro capitulo da obra Mentomagnetismo e Espiritismo (…) afirma que a mente do médium expande filamentos energéticos que podem constituir caminhos de comunicação. Os filamentos são criados pelo pensar do médium e quando de vibrações densificadas, dotadas de cólera, mágoa, vingança, podem ser caminhos abertos para os obsessores, que entram em sintonia e acessam regiões mentais dos médiuns.

0 espirito Lancelin, no primeiro capitulo da obra Mentomagnetismo e Espiritismo (Casa Editora 0 Clarim), traça detalhes sobre esse assunto. Ele afirma que a mente do médium expande filamentos energéticos que podem constituir caminhos de comunicação. Os filamentos são criados pelo pensar do médium e, quando de vibrações densificadas, dotadas de cólera, mágoa, vingança, podem ser caminhos abertos para os obsessores, que entram em sintonia e acessam regiões mentais dos médiuns. Por conseguinte, edificam comunicações perniciosas para a harmonia interior.

“Onde colocamos o pensamento, ai se nos desenvolverá a própria vida.”’3′

Contudo, todos temos um halo energético que corresponde a exteriorização do campo vibratório mental. Essa expansão não e somente um caminho de ida, mas sim vias de intercâmbio e comunicação entre mentes. Por vezes, não dimensionamos o que podemos fazer de benéfico com a mente em vibração harmônica, nem o que podemos prejudicar com o descompasso dos pensamentos.

A prece é vigorosa ferramenta emissão de energias benéficas. Fazer uma prece fervorosa pode ajudar muito o receptor de nossa vibração, esteja ele onde estiver. Contudo, podemos fazer o contrário, tornar o pensamento, os desequilíbrios interiores, prejudiciais a quem nos cerca.

Por exemplo: no ambiente do lar existe uma constante comunicação entre as mentes. Um lar harmônico transmite vibrações positivas, mas, quando em desequilíbrio. prevalecem as energias desarmônicas.

Agora analisemos as crianças em convivio num ambiente familiar. Muito se pode ajudar ou prejudicar o desenvolvimento de uma criança. Ela se encontra em fase de amadurecimento e possui abertura para impressões de energias, provindas dos adultos próximos. A criança entra em sintonia com as correntes de pensamento e essas energias reverberam em seu campo mental, em construções do passado. A sintonia no lar pode fazer emergir bons propósitos, harmonias, sentimentos fraternos; assim como desarmonias, medos, comportamentos alterados e distúrbios diversos.

A prece é vigorosa ferramenta de emissão de energias benéficas. Fazer uma prece fervorosa pode ajudar muito o receptor de nossa vibração, esteja ele onde estiver. Contudo, podemos fazer o contrário, tornar o pensamento, os desequilibrios interiores, prejudiciais a quem nos cerca.

0 respeitavel instrutor espiritual Carlos assim esclarece:

“As projeções de fluidos magnéticos sobre as mentes infantis atuam, harmonizando ou não, a psicofisiologia sutil de seus campos mentais, os quais se encontram suscetiveis a tais impactos energéticos em decorrência das afinidades afetivas e emotivas que se estabelecem.”

Temos responsabilidade pelo que pensamos, o que desejamos para a vida. Podemos contribuir ou atravancar o desenvolvimento de uma criança e até prejudicá-la no desenvolvimento espiritual.

Cuidemos do nosso interior. A advertência de André Luiz, no que ele chama de “centro indutor do lar” demonstra a importância da convivência em harmonia:

“(…) a maioria esmagadora de inteligências encarnadas retratam psicologicamente aqueles que Ihes deram o veículo fisico, transformando-se, por algum tempo, em instruments ou médiuns dos genitores, a face do ajustamento das ondas mentais que Ihes são próprias, em circuitos conjugados, pelos quais permutam entre si os agentes mentais de que se nutrem.”

Destacamos as informações notificadas por esses espiritos para refletirmos sobre as sintonias que estabelecemos na convivência diária com os irmãos em evolução. A sintonia e vital para a caminhada terrena. Os médiuns ostensivos ou não necessitam cuidar dos desejos, dos pensamentos, dos sentimentos. A essência e o determinante das sintonias conjugadas. Não devemos, sobretudo, esquecer a ferramenta útil, simples, que faz atingir outros patamares de vibração mental: a prece sempre a prece. Podemos sintetizar tudo na recomendação de Jesus: “vigiai e orai” (Mateus 26:41). ¦

1. XAVIER, Francisco Candido. Libertação. Pelo Espirito Andre Luiz. Cap. IX, p. 121,14a edicao, FEB.

2. KARDEC, Allan. 0 livro dos Mediuns. Cap. XXXI, item X, 9′ edicao de bolso.

3. XAVIER, Francisco Candido. Libertação. Pelo Espirito Andre Luiz. Cap. V, p. 73, 14a edicao, FEB.

4. COSTA, Vitor Ronaldo; DE LUCENA, Gustavo Henrique. Mentomagnetismo e Espiritis¬mo. Cap. 17, pg. 182. la edição, Casa Editora 0 Clarim.

5. XAVIER, Francisco Candido; VIEIRA, Waldo. Mecanismos da Mediunidade. Pelo Espirito Andre Luiz. Cap. XVI, p.116, lla edigao. FEB.

O autor, em parceria com Vitor Ronaldo Costa, publicou a obra “Mentomagnetismo e Espiritismo”, pela Casa Editora 0 Clarim. – GUSTAVO H. LUCENA – RIE – MAIO/2015



Comentários desativados.

Voltar ao topo ↑
  • Doe sua nota fiscal para o SEARA

    Atenção! Doe sua nota fiscal paulista para o SEARA.
    * * * * SANATÓRIO ESPÍRITA DE AMERICANA * * * *

    Informações: Manuel…
    Clique no link abaixo para ler o manual:

    Manual Nota Fiscal Paulista – SEARA

  • Frase do Mês

    A Consciência é meu Guia.
    A Paz é meu Abrigo.
    A Experiência é minha Escola.
    O Obstáculo é minha Lição.

    Chico Xavier

  • Reuniões & Atendimentos

    Confira os horários das reuniões e atendimentos no Centro Espírita Paz e Amor: Clique aqui.

  • Ampliação do Centro Paz e Amor

    Conheça a ampliação das instalações do Centro Paz e Amor:
    Projeto de Ampliação

    Clique e saiba mais

  • Últimas Atualizações

  • Livro do mês

  • Acompanhe no Facebook

  • Arquivos por mês