Artigos

Publicado em 29 de janeiro, 2020 | por Centro Paz e Amor

0

Se você se sente mal perto de algumas pessoas, talvez você seja uma pessoa esponja

Certo dia um pai aflito me ligou dizendo que sua filha não se encontrava bem na escola e que precisava, urgentemente, de um passe. Pedi-lhe para levá-la ao Kardec (1) para, aproveitando-nos da presença de médiuns dedicados, socorrê-la convenientemente.

Ao encontrá-los defronte ao Centro, o pai informou-me que sua filha absorvia com facilidade as energias do ambiente e das pessoas que dela aproximavam-se. Sem saber que um garoto que passava por muitos desequilíbrios se encontrava sentado atrás de sua carteira na escola, passou a se sentir mal, ansiosa e assustada, sem razão alguma. Somente depois é que percebeu que aqueles sentimentos partiram de seu colega.

Dirigimos-nos até a câmara de passe. De repente, após ingressar na sala, a jovem disse:

– Ah! estou bem de novo – aqui “respiro livremente”. Mesmo assim, claro, ministramos o passe.

Percebe-se que esta jovem tem muita facilidade em absorver as vibrações dos ambientes, como também das pessoas. Ao ingressar na sala de passes absorveu, imediatamente, os fluidos salutares do local.

Existem indivíduos que possuem grande sensibilidade e que chegam a absorver as energias negativas, passando, em seguida, a sentirem-se mal.

Quando frequentam certos lugares, sentem-se carregadas de energias intrusas, como se elas tivessem extraído do local, uma parte das vibrações que ele contém.

Assim como a esponja absorve, facilmente, a água ou líquido que entram em contato com ela, essas pessoas absorvem, facilmente, os fluidos (energias ou vibrações) com que entra em contato.

Alguns chamam isso de “efeito esponja”, o processo de absorver os fluidos do ambiente ou de outras pessoas, em especial as negativas e desarmônicas.

Esse fenômeno é possível e bastante comum; além disso, é perfeitamente explicado pela Doutrina Espírita.

Esse sentimento resulta de uma lei física: assimilação e repulsão dos fluidos. O pensamento malévolo emite uma corrente fluídica que causa penosa impressão; o pensamento benévolo envolve-nos num eflúvio agradável. (2)

Através dos pensamentos produzimos a própria energia que nos envolve (aura), como também impregnamos o ambiente onde nos encontramos, de vibrações boas ou más, conforme a natureza de nossos pensamentos – bons ou maus.

Pensamentos bons criam vibrações boas; pensamentos maus, vibrações más.

“Os nossos pensamentos são como os sons de um sino, que fazem vibrar todas as moléculas do ar ambiente. Assim se explicam os efeitos que se produzem nos lugares de reunião. Uma assembleia é um foco de irradiação de pensamentos diversos. É como uma orquestra, um coro de pensamentos, onde cada um emite uma nota.
Mas, do mesmo modo que há radiações sonoras harmoniosas ou dissonantes, também há pensamentos harmônicos ou discordantes. Se o conjunto é harmonioso, agradável é a impressão; penosa, se aquele é discordante.
Tal a causa da satisfação que se experimenta numa reunião simpática, animada de pensamentos bons e benévolos. Envolve-a uma como salubre atmosfera moral, onde se respira à vontade; sai-se reconfortado dali, porque impregnado de salutares eflúvios fluídicos.” (3)

Dessa forma, ao contato com algumas pessoas que se encontram emocional, espiritual e até fisicamente desajustadas, podemos assimilar as suas vibrações e passar a sentirmo-nos cansados, irritados, ansiosos, angustiados, abatidos, dentre outros sentimentos.

Destaca-se, como visto acima, que somente maus pensamentos ou más vibrações causam mal-estar.

Quando um indivíduo absorve as energias negativas de outrem, sem querer está aliviando o mal-estar que aquela pessoa estava sentindo. Resumindo: passa a sentir-se mal e a outra pessoa sente-se aliviada.

Como disse-nos Allan Kardec, trata-se de uma troca fluídica: um fenômeno, puramente, físico, mas com consequências morais, já que alteram nosso estado de espírito.

O profissional liberal, o terapeuta, o médico e pessoas que atendem o público em geral, sentem com relativa frequência este fenômeno.

Para voltar ao equilíbrio, a pessoa afetada poderá recorrer à prece, passes e à produção de bons e salutares pensamentos.

O médium preparado ao captar as vibrações pesadas de outras pessoas poderá, com a disciplina do seu pensamento, anulá-las, expeli-las ou mesmo eliminá-las, considerando que os bons pensamentos dissolvem e ou transmutam os fluidos negativos, ou seja, a boa energia prevalece sobre a má energia.

É provável que Padre Pio de Pietrelcina (4) tinha a faculdade de absorver as enfermidades dos doentes que atendia. Existem relatos que apontam que Padre Pio fez um pedido a Jesus, desejando que lhe fosse dada a graça de pegar para si mesmo o sofrimento dos outros. Após esse dia, Padre Pio ficava, constantemente, doente e, começaram a aparecer em várias partes da Itália, casos de pessoas que haviam sido supostamente curadas após orar pedindo ajuda ao padre. Aparentemente, Padre Pio era capaz de absorver o sofrimento e a doença dos outros e senti-los em si mesmo e, assim, trabalhava essas moléstias em seu interior e ele mesmo curava-se.

Tais exemplos servem para ilustrar como é de fato possível uma pessoa absorver, sugar, atrair e reter as energias externas, de lugares e pessoas.

Fernando Rossit

Referências Bibliográficas:
(1) Associação Espírita Allan Kardec – São José do Rio Preto/SP;
(2) KARDEC, ALLAN. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo XII. Amai vossos Inimigos, item 3;
(3) KARDEC, ALLAN. A Gênese. Capítulo XIV. Os Fluidos;
(4) Padre Pio de Pietrelcina, nascido Francesco Forgione (Pietrelcina, 25 de maio de 1887 — San Giovanni Rotondo, 23 de setembro de 1968) foi um frade e sacerdote católico italiano, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, elevado a santo pela Igreja Católica como São Pio de Pietrelcina;
(5) Inspirado em texto de mesmo nome de autoria de Hugo Lapa.

Compartilhar:



Comentários desativados.

Voltar ao topo ↑
  • Doe sua nota fiscal para o SEARA

    Atenção! Doe sua nota fiscal paulista para o SEARA.
    * * * * SANATÓRIO ESPÍRITA DE AMERICANA * * * *

    Informações: Manuel…
    Clique no link abaixo para ler o manual:

    Manual Nota Fiscal Paulista – SEARA

  • Frase do Mês

    A caridade é o amor, é o sol que Nosso Senhor fez raiar claro e fecundo; alegrando nesta vida a existência dolorida dos que sofrem neste mundo!

    Casimiro Cunha

  • Reuniões & Atendimentos

    Confira os horários das reuniões e atendimentos no Centro Espírita Paz e Amor: Clique aqui.

  • Últimas Atualizações

  • Acompanhe no Facebook

  • Arquivos por mês